Oxfam Brasil publica relatório “País Estagnado – um retrato das desigualdades brasileiras”

Atualizado: 5 de Fev de 2019





O Relatório da Oxfam intitulado “País Estagnado”, divulgado nesta segunda-feira (26), aponta que a roda da redução das desigualdades no Brasil parou de evoluir. A distribuição de renda estagnou, a pobreza voltou com força e a equiparação de renda entre homens e mulheres, e negros e brancos, que vinha acontecendo ainda que timidamente, recuou.

“São retrocessos inaceitáveis para um país cuja maioria é justamente de pobres, negros e mulheres. E essas desigualdades de renda, raça e gênero são reforçadas – e retroalimentadas – por nosso injusto sistema tributário, que cobra mais justamente de quem menos tem. Isso não pode continuar”, afirma a Oxfam, através do site da organização.

De acordo com os dados do relatório, entre 2016 e 2017, houve um aumento da pobreza no Brasil com um crescimento de 11% e o país passou de 10º para 9º na lista de 189 países mais desiguais segundo o relatório Pnud (Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento).


Para ler o relatório completo, clique aqui.


Fonte: Ethos






8 visualizações0 comentário